quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

amargura / amar cura

o meu passado cai em uma lágrima só, de canto de olho
eu não te digo em palavras o universo inteiro que sou
nem te comunico as minhas dores, os meus medos ou o mistério que carrego
mas você sabe.
você sabe sem que eu te expresse.
porque você lê além do sorriso e do olhar.
você lê além das mãos que te param.
enxerga mais, porque se interessa
e eu me sinto bem no seu colo, no seu abrigo, no amor que cura.

Nenhum comentário: