domingo, 31 de maio de 2015

Foi você quem me disse que queria amar de novo.
Eu não.
Eu não disse.
Eu não queria.

Mas foi você quem sentiu medo e recuou.
Eu não.
Eu fui em frente.
Eu me permiti amar.

Nenhum comentário: