quinta-feira, 23 de abril de 2015

calma
alma
corpo 
pára
eu não sei.
eu não sei.
a vida não pára.
o coração dispara.
a gente não repara.
o tempo corre
a valsa acaba
a gente dança
ou a gente não vê o mundo girar
a vida é tão rara
tão cara
tão clara
alma
calma
eu não sei...


(Ouvindo Paciência, Lenine)

Nenhum comentário: