terça-feira, 3 de junho de 2014

eu gosto dos intervalos.
dos corredores.
das passarelas.
das salas de espera.

eu gosto dos intervalos.
das reticências.
dos pontos cruzados.

eu gosto intervalos.
das pausas.

eu gosto dos intervalos.

"O correr da vida embrulha tudo"

"O correr da vida embrulha tudo".

E antes que embrulhe meu estômago e meus 30 anos, paro para respirar.
Paro e noto que mal sei respirar.
Falta-me fôlego. É muita vida e pouco tempo. É muita informação e menos energia.
Eu preciso de sossego. Não é de sono e céu estrelado. É esse sossego interno, silêncio ao redor e uma pausa no relógio - antes que o correr da vida embrulhe meu corpo, enrugue meus olhos e torne meus cabelos cinzas.
Eu quero a calma alegre da infância ou a força adolescente que me permitia estender o dia e entrar noite a dentro sem me cansar.
Eu quero não ter que parar para respirar. Quero respirar sem notar. E me sentir mais viva.