domingo, 26 de junho de 2011

vida longa.

o gato dorme na varanda. as fantasias dançam no teto da mente. a gente gira sem parar. a roda não se desfaz. a menina da rua grita sua dor. a janela se fecha com o vento forte. os pássaros anunciam seu momento de partida. o homem de preto atravessa a rua sorrindo. dentro do peito a saudade do ontem coça. a garça descansa de um dia longo demais. o inverno liberta o orvalho sonolento. as crianças deitam-se mais cedo. o índio veste suas sandálias e vai para a escola. o universo toma seu caminho. as plantas saciam-se e ficam mais verdes. o amigo chora a desilusão. a amiga chora a perda. a vida abre seus olhos naquele pai. o time ganha com muitos pontos de diferença. a indiferença nas ruas cresce. a história é contada segundo um ponto de vista. a gente obedece as regras e leis. o sentimento entre os dois cresce. o amor toma conta de mim. e dele. a gente reza para o nosso deus. escolhemos o nome do sol para nosso filho. engravidamos. e a vida parece continuar para todos, da forma como é.

esperando...

Catharina (7 anos) chega contando às coleguinhas que a professora está grávida.
Olívia, desconfiada, comenta:

- Ah, Cacá, eu acho que ela não está, não! A barriga dela nem está grande!

A Cacá, mais "entendida" do assunto, explica à Olívia que a barriga ainda não aparece porque dentro dela tem apenas uma sementinha.
Olívia, espantada, corre até a professora e pergunta:

- Teacher, você vai ter uma flor?